quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Almas Gêmeas

Passeava eu na rua quando o pessoal de uma obra chegava pra trabalhar. Um deles olha pra mim com aquela cara que o pessoal de uma obra costuma olhar. Automaticamente a Panqueca rosna e ameaça avançar. Puxo ela e ouço o cara falar:
- Nossa, o que eu te fiz, cachorrinha!
Ao que eu respondo:
- Bastou olhar! Ela é invocada, só isso já é suficiente pra ela não gostar e rosnar!
E assim que a frase chegou ao fim já não sabia mais se eu estava falando da Panqueca ou de mim!

Um comentário:

Iara disse...

Nao sei se é a idade, a solidão, a falta de filhos, etc...
Mas nao consigo gostar de gente me espiando e me encarando nao.